segunda-feira, 1 de maio de 2017

António Carlos de Seixas Castelo Branco
 
              Filho de João Pedro de Figueiredo de Melo e Bulhão. Irmão do 1.º Barão de Beduido.
Em 1786, o prior do mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, concede-lhe o grau “Grandum Licentiaturas per privatum examen in iuris Canonici Facultate Laudabiliter”.
Em 1845 redige em Lisboa o seu testamento no qual nomeia por herdeiro o seu sobrinho neto, João José de Figueiredo Lacerda Castelo Branco, filho do 2.º Barão de Beduido, na altura com 5 anos de idade.
Morre menos de um ano depois, no dia 19 de janeiro de 1846, às 2 horas da manhã.
Era monsenhor da antiga igreja patriarcal de Lisboa e morava na travessa das Mónicas, nº. 27, em Lisboa.
 
              Cf. ARQUIVO MUNICIPAL DE PENAFIEL – Inventário do acervo documental do Morgado da Aveleda. Penafiel: Câmara Municipal de Penafiel, 2011, p.1111.
Imagens:
             Imagem do documento pertencente ao espólio do Morgado da Aveleda, cota PT/SACQA/MA/C/S/C/fl.01.

   - Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, retirada do site http://www.rotadabairrada.pt/.
   - Travessa das Mónicas, retirada do site http://aps-ruasdelisboacomhistria.blogspot.pt/.
 


 

Sem comentários:

Publicar um comentário