sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Membros da Mesa da Ordem Terceira do Carmo
1840.
                  Prior - António Joaquim de Carvalho
                  Sub-prior - Bernardo José da Costa Guimarães
                  Secretário - António José Antunes de Araújo Guimarães
                  Tesoureiro - Francisco António Nunes
                  Definidor - José Joaquim de Sousa Cirne; 
                                    Vitorino José da Silva Vilela Basto; 
                                   João da Rocha Leite.
                  Procurador Geral e Definidor - Caetano José Machado de Vasconcelos
 
A imagem pode conter: mesa e interiores
 
Nenhuma descrição de foto disponível.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Os grandes cortejos fúnebres de outrora
                  Sabia que…
                           Até ao século XIX, quantos mais eclesiásticos estavam presentes no funeral de um indivíduo, quanto maior fosse o número de confrarias com suas bandeiras ou opas, quantos mais pobres acompanhassem o funeral, carregando velas e tochas, maior era o estatuto socioeconómico do finado.
Um grande cortejo fúnebre só demonstrava a caridade e o poder económico do morto. Havia que impressionar mesmo na última viagem.
Em troca era dado aos pobres roupa, esmolas em dinheiro ou pão e os pobres recompensavam, rezando pela alma do que partiu.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e ar livre
A imagem pode conter: 17 pessoas, pessoas sentadas e criança


"Sagrada Família - Penafiel"
                 E como nos aproximamos de uma época do ano especial e repleta de solidariedade e generosidade, partilhamos hoje aqui convosco estes mesmos princípios, retratados pelo Senhor António Guimarães, na sua reportagem n.º551, designada de "Sagrada Família", no dia 31/12/1955.
A imagem pode conter: 21 pessoas, multidão

 

 

 

 

 

A imagem pode conter: 26 pessoas, pessoas a sorrir

 

 






Ex-voto
              Palavra que vem do latim e que é a abreviação do ex-voto suscepto, ou seja, o voto (desejo) realizado.
Assim, trata-se do presente dado pelo devoto ao seu santo de devoção, como agradecimento por um desejo/pedido concedido, resultado de uma promessa.
Estas expressões votivas são geralmente pinturas ou desenho, figuras esculpidas em madeira, ou moldadas em cera.
As figuras esculpidas em madeira ou moldadas em cera representam, a maior parte das vezes, as partes do corpo que estavam doentes e foram curadas.
As pinturas, geralmente, representam o doente acamado ou de joelhos, rezando ao seu santo de devoção.
Estas ofertas eram depois colocadas nas igrejas ou capelas onde se venerava o dito santo.
A origem cristã do ex-voto data do século IV, a partir da absorção de práticas pagãs.
No século XVIII e XIX generaliza-se a oferta da tábua votiva.
Assim, na Igreja da Venerável Ordem Terceira do Carmo de Penafiel temos três tábuas votivas, sendo duas dedicadas a São Vicente, moço, e uma a Nossa Senhora do Carmo.
 
A imagem pode conter: 2 pessoas
A imagem pode conter: interiores
A imagem pode conter: 1 pessoa
 

terça-feira, 4 de dezembro de 2018



Arquivo Municipal de Penafiel
Os antepassados de Egas Moniz
              Segundo o livro “Cópia do livro intitulado Tratado Genealógico das Famílias Ilustres do Reyno de Portugal. Tomo sexto de Manoel de Meyrelles de Sousa e Tomo sétimo do mesmo autor”, no fólio 157v., pertencente ao fundo documental da Quinta do Bovieiro.
A imagem pode conter: noite, céu, planta e ar livreD. Moninho Viegas, o Velho, Gasco veio de Gasconha a Portugal, na altura do reinado de D. Ramiro II de Leão, por volta da era de 980. Com ele vieram dois filhos, valorosos cavaleiros, que chegando por mar à Foz do Rio Douro lutaram contra os mouros. Nessa luta um dos filhos D. Garcia Moniz, o Gasco viria a falecer. O outro filho D. Egas Moniz, O Velho Gasco, conseguiu vencer muitos mouros e reconquistar várias terras de Ribadouro. Este casou com D. Toda Hermiquiz Albasar, filha de D. Hermígio Albasar e neta do Rei D. Ramiro II de Leão. 
Desse matrimónio nasceu D. Hermígio Viegas Gasco que teve um filho, de nome D. Moninho Hermiguiz que casou com D.ª Driana e teve o celebre:
D. Egas Moniz de Ribadouro, chamado de Bem-aventurado, aio de D. Afonso Henriques.
D. Egas Moniz casou duas vezes:
- a 1.º vez com D.ª Mayor Paes, filha de D. Paio da Silva 
e 
- a 2.ª vez com D. Teresa Afonso, filha do Conde D. Afonso das Astúrias que fundou o Mosteiro do Convento de Sarzedas.
Do primeiro casamento teve:
D. Lourenço Viegas Espadeiro e D.ª Leonor Viegas, mulher de D. Gonçalo Mendes da Maia, o Lidador.
Do segundo casamente teve: 
D. Afonso Viegas, conhecido por Dom Moço Viegas
Soeiro Viegas
D.ª Urraca Viegas 
D.ª Dordia Viegas
D.ª Elvira Viegas
 

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Oração da Trovoada
            Se, ainda hoje, muitos de nós temos medo da trovoada, sabendo a explicação ciéntifica para este fenómeno da natureza e vivendo em cidades repletas de para-raios, onde o perigo é minímo, imaginem como ficariam os nosssos antepassados em pequenas aldeias quando este fenómeno se desenrolava. 
Assim, era inúmeras as rezas utilizadas para solicitar a intervenção divina.
Hoje damos a conhecer a oração da Trovoada que a D.ª Ana Rocha, de Boelhe, nos ensinou.

Conhece mais alguma oração?
                        https://www.facebook.com/363657013717634/videos/2035511853172778/?t=16
 


22 de novembro
                E porque hoje é o dia de Santa Cecília, padroeira da música sacra, dos músicos e dos poetas, partilhámos convosco o nome de alguns músicos que residiam em Penafiel, em 1831, divididos por ruas:
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas
Rua da Calçada
João Sollêr, 56 anos, casado, músico, natural de S. Martinho de Catalunha;
Rua acima da Matriz
José Maria de Carvalho, 38 anos, casado, músico;
Rua direita
José Joaquim Pinto de França, 31 anos, casado, pintor de profissão, nas observações temos indicação que era "música de voluntários".;
José Manuel Moreira Marques, 45 anos, viúvo, músico.
Vinha e Ruival
António Pereira de Matos, 62 anos, casado, músico.
Diz-se que Santa Cecília cantou a Deus enquanto morria martirizada e que mesmo após resistir aos três golpes no pescoço ainda se ouviam os seus cânticos.