segunda-feira, 25 de novembro de 2019

         Sabia que…
O pergaminho
Nenhuma descrição de foto disponível.

          É um material de suporte gráfico, resultante do tratamento adequado da pele de certos animais, de preferência o carneiro, a cabra e a vitela.
Tratava-se de um material que se podia obter com facilidade e que era perdurável.
A designação com que ficou universalmente conhecido deriva do nome de Pérgamo, onde o Rei Eumenes II, na sequência dos Ptolomeus terem proibido a exportação de papiro para aquela cidade, se viu obrigado a fomentar a obtenção de um material de escrita alternativo.
O seu uso foi reservado, inicialmente, e até ao século VI aos códices, depois desta data o pergaminho começa já a ser empregue em documentos avulsos ou cartas.
Na Idade Média, o principal suporte de escrita tornou-se o pergaminho e a partir do século XI começou, paulatinamente, a ser substituído pelo papel.
Contudo, este material nobre continuou a ser utilizado em documentos cuja a perpetuidade se fazia mais necessária, conferindo-se, assim, ao pergaminho um estatuto privilegiado. A provar isso, temos o facto de se ter continuado a passar neste suporte as Cartas de Curso, Diplomas de Privilégios, Tenças, Padrões, entre outros.



Sem comentários:

Publicar um comentário