terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

           Se hoje ainda nos admiramos com o nascimento de trigémeos e tal tornou-se mais comum, com os tratamentos de fertilidade. Em pleno século XVIII, deveria ser um acontecimento falado em toda a freguesia.
Assim, em 11 de Novembro de 1768, nasceram em Abragão trigémeos, de nome Francisco, Custódio José e Joaquina, filhos legítimos de José Mendes e de sua mulher Maria Teresa do lugar de Vilar, netos paternos de Arcanjo Mendes e de Maria Mendes e pelo lado materno de Luís Pereira e sua mulher Jerónima Sanches. Estas crianças foram batizadas no dia seguinte pelo padre cura Manuel de Aguiar Vieira e pelo padre João Mendes. Foram padrinhos do Francisco, José Monteiro e sua mãe D.ª Clara Joana Guedes, senhores da Quinta do Bovieiro. Do Custódio foram padrinhos Nuno de Matos e sua esposa Mariana Marques e da Joaquina o Padre Manuel de Aguiar Vieira e sua irmã Mariana.
         Informação retirada da série de registos de batismos de Abragão, existente no Arquivo Distrital do Porto: PT/ADP/PRQ/PPNF01/001/0006/m_0432-433.
Foto de Amigos do Arquivo de Penafiel.
Foto de Amigos do Arquivo de Penafiel.

Sem comentários:

Publicar um comentário